Parcelamento do Simples Nacional: saiba como e quando fazer!

221222104726 (2) - Fênix Assessoria Contábil

Compartilhe nas redes!

Parcelamento do Simples Nacional para empresas: como e quando fazer? 

Lidar com os impostos é uma grande questão para os empresários brasileiros. Nesse caso, o parcelamento dessa dívida pode ser uma ótima maneira de manter o fluxo de caixa. Saiba como fazer isso!

Mesmo que o Simples Nacional seja um regime tributário especial criado para simplificar a vida de pequenas empresas, ainda possui tributos relativamente altos.

Ainda que pagos em uma guia única, o Simples Nacional não isenta as empresas de todos os tributos. 

As empresas precisam fazer a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-Simei) e a Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (DIRPF).

O processo de parcelamento do Simples Nacional é bastante simples e pode ser feito online pelo site da Receita Federal e, se necessário, você pode realizar o parcelamento dessa dívida. 

Neste artigo, vamos mostrar como fazer o parcelamento do Simples Nacional passo a passo. Confira!

Veja também:

O que está relacionado com o parcelamento do Simples Nacional?

O parcelamento do Simples Nacional possibilita que as empresas possam quitar suas dívidas tributárias em até 60 parcelas, o que acaba por amenizar dívidas que às vezes vão de dezenas de milhares de reais. 

Essa tem sido uma ferramenta importante e muito útil para diversos segmentos corporativos, como os pequenos negócios, que encontram nos mecanismos de parcelamento uma forma de se reerguer e crescer. 

O parcelamento do Simples Nacional é um dos melhores mecanismos de alívio fiscal para as empresas em dificuldades, pois oferece a possibilidade de se regularizar e recompor suas finanças ao longo do tempo.

Atenção: nem todas as dívidas se enquadram no parcelamento!

Algumas dívidas realmente não se enquadram no parcelamento por serem de outra natureza, preparamos uma lista com algumas delas.

Acompanhe abaixo:

  • Contribuição Patronal Previdenciária (CPP), em casos específicos;
  • ICMS e ISS transferidos para inscrição em dívida ativa estadual, distrital ou municipal, se houver convênio com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, segundo o termo § 3º do art. 41 da Lei Complementar nº 123, de 2006;
  • ICMS e ISS lançados individualmente pelo estado, Distrito Federal ou município, na fase transitória, antes da disponibilização do Sistema Único de Fiscalização (Sefisc);
  • Multas por descumprimento de obrigação acessória;
  • Tributos ou fatos geradores não abrangidos pelo Simples Nacional, previstos no § 1º do art. 13 da LC 123/2006, inclusive os passíveis de retenção na fonte, desconto de terceiros ou sub-rogação – estes são pagos ou parcelados em outra modalidade;
  • Débitos do Simples Nacional inscritos na Dívida Ativa da União;
  • Débito de Microempreendedores Individuais (MEI), pois possuem um modelo de parcelamento específico.

Como fazer o parcelamento de dívidas no Simples Nacional – Passo a passo

O parcelamento de dívidas no Simples Nacional é uma maneira eficaz de organizar as finanças de pequenas empresas, reduzindo o risco de impostos e fluxo de caixa abaixo da linha. 

Se você está com dificuldades para realizar o pagamento de impostos, o parcelamento do Simples Nacional pode ser uma ótima opção. 

A seguir, explicaremos como fazer o parcelamento de dívidas no Simples Nacional.

Para realizar o parcelamento, é necessário fazer o preenchimento da declaração de parcelamento no Simples Nacional. Essa declaração está disponível no portal da Receita Federal e toda a documentação necessária também deve ser baixada de lá.

Após preencher a declaração de parcelamento, ela deve ser entregue à Receita Federal para aprovação. O tempo para aprovação pode variar. Após aprovada, será necessário fazer o pagamento da primeira parcela do parcelamento em até 120 dias.

É importante ressaltar que o não cumprimento das obrigações e o atraso nos pagamentos acarretarão sanções legais.

Acompanhe a seguir o passo a passo para realizar a sua solicitação de parcelamento:

A solicitação do parcelamento do Simples Nacional pode ser feita diretamente no site do programa.

O passo a passo é o seguinte:

  • Acessar página de serviços do Simples Nacional;
  • Na seção de “Parcelamento”, selecionar a opção “Parcelamento – Simples Nacional” (será necessário o Código de Acesso ou Certificado Digital);
  • Clique em “Pedido de Parcelamento” para iniciar a solicitação;
  • Confirme as informações e, se estiver ok, é só confirmar.

Também é possível realizar o reparcelamento caso você tenha a necessidade. Nesse caso, o passo a passo é o mesmo.

Como podemos ver, o parcelamento de dívidas no Simples Nacional é uma solução viável para quem está passando por dificuldades financeiras. 

O processo para fazer o parcelamento é simples e toda a documentação e informações necessárias estão disponíveis no portal da Receita Federal. Então, para quem deseja organizar suas contas fiscais com maior tranquilidade, essa pode ser uma ótima solução.

Conte com uma empresa que entende do assunto!

Tenha a Nova Fênix ao seu lado!

Tendo uma contabilidade ao seu lado, você manterá os impostos em dia sem a necessidade de parcelamento, mas se precisar, terá todo o auxílio necessário. 

Portanto, se você está com esse problema na sua empresa e deseja solucionar agora mesmo, nós podemos te ajudar.

Agende uma reunião agora mesmo!

Para isso, basta clicar no botão abaixo e falar com os nossos especialistas.

Tenha uma assessoria contábil com você!

5/5 - (1 vote)
Summary
 Parcelamento do Simples Nacional: saiba como e quando fazer!
Article Name
Parcelamento do Simples Nacional: saiba como e quando fazer!
Description
O parcelamento do Simples Nacional pode ser a salvação para empresas devedoras de impostos. Leia este artigo e descubra!
Author
Publisher Name
NOVA FENIX CONTABILIDADE
Publisher Logo

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Melhore O Fluxo De Caixa E Otimize A Saúde Financeira Da Sua Empresa! - Contabilidade para Empresas em São Paulo | Fênix Contábil

Melhore o fluxo de caixa da sua empresa hoje

Fluxo de caixa: Dicas essenciais para melhorar e otimizar a saúde financeira do seu negócio Saiba como melhorar o fluxo de caixa da sua empresa com técnicas práticas e eficientes que impulsionam a saúde financeira e garantem estabilidade. O Fluxo

Descubra X Dicas De Controle De Custos Para Aumentar A Rentabilidade Do Seu Negócio! - Contabilidade para Empresas em São Paulo | Fênix Contábil

Dicas Práticas de Controle de Custos para Aumentar Sua Rentabilidade

Controle de Custos: Dicas Práticas para Empresários Otimizarem seus Gastos e Aumentarem a Rentabilidade Descubra como implementar estratégias eficazes de controle de custos pode transformar os resultados financeiros da sua empresa e garantir um crescimento sustentável. Implementar um controle de

Gestão Contábil Para Pequenas Empresas - Contabilidade para Empresas em São Paulo | Fênix Contábil

Gestão contábil para pequenas empresas: 7 dicas essenciais

Gestão contábil para pequenas empresas: 7 dicas essenciais para empresários garantirem o sucesso financeiro Descubra como uma gestão contábil para pequenas empresas eficiente pode transformar o futuro do seu negócio com dicas práticas e esclarecedoras. Administrar uma pequena empresa no

Recomendado só para você
Teve queda nas vendas do seu comércio? Como contornar essa…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top

Atenção, contribuinte!

O prazo para a entrega da declaração do IRPF 2024 é até o dia 31 de maio. Não deixe para a última hora e evite multas.

Se você tem dúvidas sobre como declarar o seu Imposto de Renda, entre em contato com os nossos especialistas pelo número (11) 97760-8761 ou pelo número (11) 97760-8798. Eles estão prontos para orientar você e facilitar a sua vida.

Não perca tempo e faça já a sua declaração com segurança e tranquilidade.